Serviços

Ergonomia

ANÁLISE ERGONÔMICA DO TRABALHO


A Análise Ergonômica do Trabalho (AET) é um documento que toda empresa que possui empregados deve realizar de acordo com a Norma Regulamentadora 17 de Ergonomia.

Item 17.1.2: “Para avaliar a adaptação das condições de trabalho às características psicofisiológicas dos trabalhadores, cabe ao empregador realizar a análise ergonômica do trabalho, devendo a mesma abordar, no mínimo, as condições de trabalho, conforme estabelecido nesta Norma Regulamentadora”. 

Este documento trata de uma profunda análise dos setores e das atividades desenvolvidas, que visa a identificação e prevenção de riscos de doença no trabalho, para apontar a necessidade de possíveis melhorias. Ele é um guia que a empresa deve ter para cumprir com as normas de prevenção a saúde no trabalho.

Na elaboração da AET, é importante também atender além da NR 17, outras normas, específicas de cada ramo, bem como as ABNT ISO de ergonomia, como as de iluminação, mobiliário, manuseio de cargas, repetitividade, dentre outras.

A AET basicamente é responsável por analisar os riscos ergonômicos da empresa; Pontuar o nível de risco existente e Propor soluções de melhoria para baixar ou eliminar o risco.

A AET traz inúmeros benefícios como Redução do risco ergonômico que reduz o risco de doenças do trabalho; Diminuição da taxa de absenteísmo; Redução de queixas dos trabalhadores; Trabalhadores que se sentem cuidados e protegidos, rendendo mais no trabalho; Mais segurança na execução das tarefas com aumento da produtividade; Diminuição das alíquotas do SAT e FAP; Cumprimento das normas em ergonomia; Prevenção de processos trabalhistas e defesa caso houver processos.

É muito importante ser realizada por um profissional capacitado com conhecimentos em ergonomia.

    Laudo Ergonômico

    A diferença básica entre uma Análise Ergonômica do Trabalho (AET) e um laudo ergonômico, é que a AET aborda todos os aspectos do ambiente de trabalho (fatores físicos, ambientais, conforto, etc.), enquanto que o laudo pode ser solicitado para alguma análise específica, por exemplo:

    Analisar apenas um setor;
    Analisar apenas a luminosidade;
    Analisar uma bancada ou uma cadeira;
    Analisar uma linha de produção específica.
    Entre outros. Quando são análises pontuais que por algum motivo foram solicitadas, por queixas dos trabalhadores, solicitação do Ministério Público, solicitação por uma demanda trabalhista, mudanças que ocorreram em um determinado setor… etc.

    Assessoria em  Ergonomia

    Realizamos assessoria na área de Fisioterapia do Trabalho e Ergonomia, com visitas nos locais de trabalho conforme a necessidade da empresa.

    Nossos Serviços: 

    Acompanhamento de Adequações Ergonômicas e Validações de Melhorias;
    Treinamentos Ergonômicos (Normas Regulamentadoras e Procedimentos Ergonômicos de Função);
    Capacitar os profissionais envolvidos direta ou indiretamente nos projetos de Ergonomia da empresa;
    Mapeamento de dados;
    Reversões de NTEP (Nexo Técnico Epidemiológico);
    Acompanhamento e Execução do Plano de Ação conforme Fiscalização do MPT;
    Acompanhar a implantação de novos projetos;
    Revisão e atualização da Análise Ergonômica;
    Controle de pausas e rodízios;
    Emissão de relatório mensal de atividades;
    Ajudar na aquisição de novos equipamentos, recursos, alteração de arranjos físicos;​

    Avaliação Cinético-Funcional

    A avaliação cinético-funcional é a avaliação da capacidade funcional (de movimento) do indivíduo sendo o profissional habilitado para esta avaliação o fisioterapeuta. Nesta avaliação é realizada a anamnese, testes funcionais, de amplitude dos movimentos, força muscular, dinamometria e avaliação da postura, sendo obtido no resultado final a capacidade funcional do candidato ao emprego.

    Objetivos:
    Verificar a compatibilidade física e funcional do candidato/colaborador correlacionando com a atividade que irá exercer.
    Detectar, no pré-admissional, pré-disposição a doenças ocupacionais e/ou identificar doenças existentes.
    Determinar o posto de trabalho que melhor se adapte ao perfil físico, para melhor desempenho, de forma a prevenir o surgimento de DORT.

    Assistência Técnica para Perícias Judiciais Trabalhistas

    A assistência técnica para perícias judiciais trabalhistas em ergonomia, visa através dos documentos existentes na empresa eliminar, se possível, o nexo técnico de causalidade, além da elaboração dos quesitos para o perito juntamente com a equipe jurídica.

    O assistente técnico acompanha também as diligências junto ao perito e formula quesitos suplementares ou contesta o laudo pericial quando necessário.

    Treinamentos e Palestras

    As palestras e treinamentos são muito importantes para o entendimento do que é Ergonomia e como aplicar os conhecimentos no dia a dia para a prevenção de doenças relacionadas ao trabalho.

    Alguns temas são:

    O que é Ergonomia
    Ergonomia no escritório
    Ergonomia no call center
    Ergonomia no transporte manual de cargas
    Ergonomia em hospitais
    Ergonomia em supermercados
    Ergonomia nas escolas
    Ergonomia nos bancos
    Introdução à Ergonomia
    Norma Regulamentadora no17;
    Orientações de Postura Corporal específica às atividades e ao ambiente de trabalho;
    Orientações sobre Patologias Osteomusculares;
    Biomecânica dos Segmentos Corporais;
    Procedimentos em Ergonomia;
    Pausas e Rodízios de Função;
    Integração à Cinesioterapia Laboral.
    Entre outras.

    Quick Massage

    A Quick Massage corporativa é uma das ações de ergonomia que os colaboradores mais gostam e apreciam!

    A quick massage promove uma pausa para o trabalhador; Durante a pausa ocorre o descanso da musculatura; Aumento da irrigação sanguínea na musculatura da coluna, braços e pescoço; Nutrição tecidual dos músculos que estavam sendo exigidos no trabalho; Liberação de endorfina que ajuda a diminuir o stress, aumenta sensação de bem estar; Relaxamento.

    Todos esses benefícios previnem doenças do trabalho, tanto físicas quanto mentais.

    Blitz Posturais

    As Blitz Posturais são abordagens extremamente importantes pois ocorrem durante a execução das tarefas dos trabalhadores, fazendo com que eles observem em tempo real quais são os movimentos e posturas que executam de forma errada e prejudicial, tornando mais fácil a correção.

    A blitz postural é uma abordagem individual no trabalhador, podendo ser realizada no escritório ou na indústria, onde são pontuados os itens que estão sendo executados de forma incorreta, gerando um score de risco. A partir dos itens incorretos são realizadas as orientações de como executar corretamente, consequências posturais da não execução, além de reforço dos itens que estão corretos.

    Blitz Postural no Escritório:

    Aborda todos os itens relacionados a postura na cadeira, mesa e o uso dos equipamentos eletrônicos, levando em consideração os aspectos antropométricos (medidas) individuais de cada colaborador, bem como o seu ajuste adequado.

    Previne tensões e dores musculares, DORTS, problemas circulatórios, doenças oftalmológicas, doenças auditivas, má postura, entre outros.

    Blitz Postural na Indústria:

    O principal foco é no levantamento e transporte manual de cargas, abordando todos os parâmetros de segurança durante o manuseio. Sabemos que na indústria uma das principais queixas é a lombalgia, na maioria das vezes causada pelo manuseio de cargas de forma incorreta. Além das orientações de manuseio e postura, é orientado como utilizar de maneira adequada os equipamentos de auxílio, onde muitas vezes a empresa investe em equipamentos, porém os colaboradores utilizam de forma errada, continuando com os mesmos índices de queixa e absenteísmo.

    Projeto Ergonômico

    A Ergonomia de Concepção, pode-se dizer que é mais importante que a Ergonomia de Correção. Pois uma vez que projetamos um posto de trabalho ou um setor, este, já estará adequado e não gerará desconforto na execução das tarefas exigidas ou doenças ocupacionais.

    Além disso, a ergonomia de concepção, ou ergonomia de projeto, tem um custo benefício melhor, pois é mais barato executar um projeto que não gerará riscos para a saúde, ao invés de corrigi-lo depois fazendo mudanças em layout, sistema organizacional, mobiliário, etc. Pois quando temos que fazer melhorias em um posto ou setor já existente, estaremos investindo novamente em um local que em algum momento já exigiu recursos financeiros em sua origem.

    Tipos de Ergonomia de Concepção

    Escritório

    A ergonomia de concepção de escritórios deve levar em consideração o espaço físico, iluminação natural e artificial, mobiliário e equipamentos, como por exemplo: layout, cadeira ideal, mesa ideal, medidas de cada item, regulagens, cores, etc. Todos os itens baseados em respaldo legal e científico, eliminando os riscos de doença ocupacional se cumprir os itens. A arquitetura corporativa deve levar em consideração todos esses aspectos ao realizar um projeto de escritório.

     Indústria

    A ergonomia de concepção industrial, deve levar em consideração o espaço físico, as alturas de trabalho (que variam da posição sentada para em pé), quais mobiliários precisam ter regulagens, se o mobiliário deve ser desenvolvido para a menor ou maior estatura, quais alturas ideais para armazenagem de carga, alturas de esteiras, de prateleiras, iluminação de acordo com o produto e atividade desenvolvida, tipo de cadeira ser usada (ou se não deve ser utilizada cadeira para tal trabalho), entre outros. Existem inúmeras variáveis que dependem do tipo de indústria e qual atividade desenvolvida, necessitando de uma análise minuciosa para atender todas as exigências normativas, e que quando atendidas, eliminam o risco de doenças ocupacionais, queixas, índice de absenteísmo, e também os processos trabalhistas.

    Mapeamento Biomecânico

    O Mapeamento Biomecânico dos Postos de Trabalho é um levantamento completo que gera uma representação gráfica utilizando-se da ISO 11228-3, Método OCRA, Moore e Garg, HAL, Modelo de Corlett, montagem de gráficos e um mapa setorial com informações precisas sobre as incidências de sobrecarga física. Com essa representação, o Médico do Trabalho consegue visualizar rapidamente quais segmentos corpóreos estão mais sobrecarregados, e com esta informação, para tomar a melhor decisão. Auxilia no trabalho eficaz da Ergonomia nos ambientes de trabalho e consequentemente, reverte em maior produtividade e minimização de queixas osteomusculares.

    Benefícios do Mapeamento:
    Servir como base para determinação de PAUSAS e RODÍZIOS;
    Auxiliar o Médico do Trabalho nos exames de retorno ao trabalho após afastamento por doença ocupacional ou por auxílio doença;
    Servir como importante ferramenta na GESTÃO DO NTEP;
    Embasar Laudos Técnicos Periciais (Nexo Causal) envolvendo LER/DORT;
    Estabelecer os critérios para o Programa de Cinesioterapia (GINÁSTICA LABORAL).

    Cinesioterapia Laboral

    A prática de exercícios durante a jornada de trabalho é analisada e elaborada de acordo com o objetivo esperado, devendo proporcionar aos trabalhadores uma melhor utilização de suas capacidades funcionais durante o trabalho e um equilíbrio para prevenção das lesões ocupacionais. 

    Entende-se que para a elaboração de um programa de Cinesioterapia Laboral eficaz, este deve ser desenvolvido após a avaliação do ambiente de trabalho, respeitando a realidade da empresa e as condições disponíveis. Desta forma, é fundamental que o profissional tenha conhecimentos nas áreas de fisiologia do exercício e ergonomia.

    A Cinesioterapia laboral é uma atividade realizada durante a jornada de trabalho, com exercícios de compensação aos movimentos repetitivos, à ausência de movimentos, ou a posturas desconfortáveis assumidas durante o período de trabalho.